Grupos de direitos civis criticam sistema de reconhecimento facial da Amazon

(Reuters) - Vários grupos de ativistas de direitos civis dos Estados Unidos reclamaram nesta terça-feira que o sistema de reconhecimento facial em tempo real da Amazon.com, o Rekognition, está ajudando o governo a vigiar grandes multidões, violando direitos civis e digitais.

"Exigimos que a Amazon pare de alimentar uma infraestrutura de vigilância do governo que representa uma grave ameaça para clientes e comunidades em todo o país", escreveram várias organizações, incluindo a American Civil Liberties Union, em carta ao presidente-executivo da Amazon, Jeff Bezos.

O Rekognition ajuda a analisar dezenas de milhões de rostos e detectar até 100 faces em fotos com muitas distorções e conta com o departamento de polícia de Orlando entre seus clientes.

"Este produto (Rekognition) representa uma grave ameaça às comunidades, incluindo pessoas de cor e imigrantes, e à confiança e respeito que a Amazon tem trabalhado para construir", disse a carta.

A Amazon não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

(Por Pushkala Aripaka e Munsif Vengattil)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos