CEO da Tesla, Elon Musk, critica mídia e propõe verificação de credibilidade

(Reuters) - O presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, recebeu nesta quinta-feira o apoio de mais de meio milhão de pessoas no Twitter para o plano de criar um site para avaliar a credibilidade dos jornalistas, estimulado por sua frustração com reportagens da mídia a respeito da fabricante de carros elétricos.

Musk fez sua proposta em um tuíte com links para posts do blog do setor automotivo Electrek, que criticou a recente cobertura de acidentes com carros e preços da Tesla.

"A hipocrisia é que as grandes empresas de mídia reivindicam a verdade, mas publicam apenas o suficiente para adoçar a mentira, é por isso que o público não as respeita mais", escreveu Musk.

"Vou criar um site em que o público possa avaliar a verdade básica de qualquer artigo e acompanhar a pontuação de credibilidade ao longo do tempo de cada jornalista, editor e publicação. Penso em chamá-lo de Pravda ...", tuitou ele.

Musk seguiu com uma série de tuítes argumentando que os jornalistas "hipócritas" eram movidos por pressão constante para gerar cliques e ganhar publicidade.

"O objetivo desse site seria ajudar a restaurar a credibilidade da mídia. Eles não percebem quão pouca credibilidade eles têm com o público", acrescentou.

Às 16:20 (horário de Brasília), 677 mil pessoas haviam votado na enquete de Musk, com 88 por cento favoráveis a ideia.

(Por Supantha Mukherjee)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos