Apple decidiu usar telas OLED em novos iPhones, diz Electronic Times

Por Makiko Yamazaki e Ju-min Park

TÓQUIO/SEUL (Reuters) - A Apple decidiu usar telas OLED nos três novos modelos de iPhone planejados para o próximo ano, de acordo com o sul-coreano Electronic Times.

A notícia levou as ações da Japan Display, uma das principais fornecedoras de telas LCD para iPhones, a caírem 8 por cento. Por outro lado, as ações da LG Display avançaram mais de 5 por cento.

Recentemente, a Apple começou a planejar seus novos modelos de iPhone e decidiu que os três modelos teriam tela OLED, disse a reportagem na segunda-feira, citando fontes anônimas do setor.

Um representante no escritório da Apple na Coreia do Sul não estava disponível para comentar, enquanto um porta voz da Japan Display se recusou a comentar.

A Japan Display planeja iniciar a produção em massa de painéis OLED para smartphones apenas em 2019 e está em busca de novos investidores que possam financiar o investimento para lançar uma linha de produção.

"O governo japonês vai continuar a fornecer uma linha à Japan Display, mas a empresa tem sido lenta em alcançar as rivais sul-coreanas em OLED", disse Masayuki Otani, analista-chefe de mercado da Securities Japan.

A empresa foi formada em 2012, por meio da combinação de negócios de display da Hitachi, Toshiba e Sony, em um acordo intermediado pela Innovation Network Corp of Japan (INCJ), que tem apoio do governo.

"Se a Apple usar OLED para todos os modelos para o próximo ano, isso poderia aumentar as esperanças para a LG Display ficar com uma fatia, uma vez que a Apple pode querer diversificar suas fontes para fornecimento de OLED", disse Lee Won-sik, analista da Shinyoung Securities, em Seul.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos