Facebook permitirá que usuários avaliem anunciantes e prevê potenciais punições

(Reuters) - O Facebook informou nesta terça-feira que permitirá que os usuários avaliem as empresas que anunciam na rede social e possivelmente banirá aquelas que receberem mais feedback negativo.

A medida visa reprimir as empresas cujos anúncios induzem os usuários a comprar produtos ou serviços de baixa qualidade ou empresas que não entregam os produtos nos prazos declarados.

Os usuários do Facebook podem deixar comentários para os anúncios exibidos na guia "atividade de anúncios", disse a empresa em uma publicação no blog.

Os anunciantes terão a chance de melhorar antes que sejam tomadas outras medidas, o que pode incluir uma redução na quantidade de anúncios que determinada empresa pode executar.

"Acreditamos que essa ferramenta dará às pessoas mais confiança nos negócios com os quais elas interagem e ajudará a responsabilizar as empresas pelas experiências que elas oferecem aos clientes", afirmou o Facebook.

Essa é uma das muitas mudanças da maior rede de mídia social do mundo para melhorar a experiência e engajamento do usuário depois que foi envolvida em um enorme escândalo em que milhões de dados de usuários foram acessados ​​indevidamente por uma consultoria política.

O Facebook se auto-intitula "um serviço suportado por publicidade" e exige que as pessoas aceitem anúncios direcionados como condição para usar sua plataforma.

(Por Arjun Panchadar)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos