Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/2012/05/30/google-glass.htm
  • totalImagens: 26
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120530182117
Fotos

O Google anunciou em meados de abril que está trabalhando em um protótipo chamado "Project Glass". O aparelho consiste em um par de óculos conectado à internet, que pode ser controlado por voz e que pode executar funções como tirar foto, enviar e-mails, fazer videoconferências, etc. Apesar de a companhia detalhar pouco o projeto (ainda está em testes), o objetivo do Google é desenvolver um aparelho que substitua os smartphones, de modo que o usuário tenha suas mãos livres para realizar outras operações Divulgação/Google Mais

O Project Glass lembra um par de óculos convencional, mas com apenas uma lente no lado direito. Nela são exibidas as informações do sistema. Segundo o jornal "New York Times", o aparelho rodará uma versão específica do sistema operacional Android, do Google. Ainda não há detalhes sobre especificações técnicas Divulgação/Google Mais

Em uma das poucas aparições do aparelho, Sergey Brin, cofundador do Google, mostra a um apresentador de TV americano que o Project Glass tem um sistema de navegação na lateral dos óculos, que permite buscar imagens ou opções de sistema. O aparelho, segundo Brin, pode ser lançado no ano que vem. A seguir, veja alguns detalhes que o Google, em um vídeo institucional, promete implementar ao Project Glass Reprodução Mais

Em um vídeo, o Google mostra alguns recursos que funcionarão no Project Glass. Logo ao vesti-lo, ele abre uma interface que mostra se o usuário tem algum compromisso no dia Reprodução Mais

Ao olhar pela janela, o sistema, por meio de uma aplicação de realidade aumentada, logo indica a previsão do tempo daquele dia ao usuário do Project Glass Reprodução Mais

O que chama a atenção na demonstração do Google é que o sistema do Project Glass está todo integrado ao Google +. Acima, por exemplo, mostra um amigo do usuário convidando o usuário dos óculos para um encontro Reprodução Mais

No caso, o usuário respondeu por meio de um comando de voz. Ele disse exatamente o que está acima "Me encontre em frente a Strand Books às 14h". Detalhe, isso é feito enquanto o usuário está tomando café da manhã Reprodução Mais

Ao caminhar até o metrô para o encontro com o amigo, o Project Glass notifica o usuário do aparelho que as operações do metrô estão interrompidas e logo sugere a ele duas opções: ir caminhando ou ir de ônibus Reprodução Mais

Logo após escolher ir caminhando, o visor dos óculos mostra o trajeto até a livraria Strand Books Reprodução Mais

O par de óculos, então, funciona como um GPS. Conforme o usuário dos óculos vai andando, ele mostra quais as direções a pessoa deve seguir para chegar ao seu destino Reprodução Mais

Durante o caminho, o usuário do Project Glass pede ao sistema que o lembre de comprar entradas para um show Reprodução Mais

Ao chegar à livraria (ele emite um pequeno aviso), o usuário do Project Glass pede para que o sistema mostre onde é seção de livros relacionados a música. Prontamente, o sistema detecta a localização da pessoa e exibe um mapa de como ir até o local Reprodução Mais

Assim que o amigo chega às imediações da livraria, a pessoa que tiver o Project Glass recebe uma notificação, caso a pessoa informe sua geolocalização no serviço do Google Reprodução Mais

Outro recurso do Project Glass é que ele funciona como uma câmera fotográfica. Isso ocorre graças a uma câmera que fica acoplada aos óculos. No vídeo, bastou um comando "tire uma foto disto" para que a imagem fosse captada Reprodução Mais

Após a foto ser clicada, o sistema dá a opção para compartilhar no Google + Reprodução Mais

Além de executar todas essas funções, o par de óculos também permite fazer videochamadas via hangout, do Google + Reprodução Mais

Durante a videochamada, é possível compartilhar a imagem da câmera dos óculos com a pessoa. O interessante é que o portador dos óculos não consegue mostrar a si mesmo, como ocorre nos smartphones Reprodução Mais

Apesar das diversas funcionalidades, o único recurso que o Google tem mostrado como operante na versão atual do Project Glass é a câmera. Os engenheiros da empresa já tiraram várias fotos (como esta acima) para mostrar a qualidade do aparelho. Mesmo em situações em que a pessoa está em movimento, as imagens não estão tremidas (ao menos as que o Google decidiu mostrar na página do projeto no Google +) Divulgação/Google Mais

Apesar das diversas funcionalidades, o único recurso que o Google tem mostrado como operante na versão atual do Project Glass é a câmera. Os engenheiros da empresa já tiraram várias fotos (como esta acima) para mostrar a qualidade do aparelho. Mesmo em situações em que a pessoa está em movimento, as imagens não estão tremidas (ao menos as que o Google decidiu mostrar na página do projeto no Google +) Divulgação/Google Mais

Apesar das diversas funcionalidades, o único recurso que o Google tem mostrado como operante na versão atual do Project Glass é a câmera. Os engenheiros da empresa já tiraram várias fotos (como esta acima) para mostrar a qualidade do aparelho. Mesmo em situações em que a pessoa está em movimento, as imagens não estão tremidas (ao menos as que o Google decidiu mostrar na página do projeto no Google +) Divulgação/Google Mais

Apesar das diversas funcionalidades, o único recurso que o Google tem mostrado como operante na versão atual do Project Glass é a câmera. Os engenheiros da empresa já tiraram várias fotos (como esta acima) para mostrar a qualidade do aparelho. Mesmo em situações em que a pessoa está em movimento, as imagens não estão tremidas (ao menos as que o Google decidiu mostrar na página do projeto no Google +) Divulgação/Google Mais

A equipe do Google também gravou um vídeo com o Project Glass. O usuário do par de óculos pula em um trampolim dando saltos mortais enquanto grava a ação. A impressão é a mesma das fotos: mesmo em situações em movimento, o vídeo não mostra grandes solavancos que poderiam atrapalhar a visualização da imagem. Clique em Mais para ver o vídeo Reprodução Mais

Um bar de Seattle (EUA), chamado "The 5 Point Cafe", divulgou um comentário na página oficial do estabelecimento no Facebook repudiando o uso do novo produto do Google dentro do local. Segundo Dave Meinert, proprietário do local, o gadget está realmente proibido, pois ele pode violar a privacidade dos visitantes, já que o produto é capaz de fotografar e filmar discretamente - e transmitir tudo pela internet Reprodução/The 5 Point Cafe Mais

O Google Glass ganhou um estilo mais elaborado. Em parceria com a designer Diane von Furstenberg, o gadget ficou mais colorido, com jeitão geek ou mais moderno. O acessório tradicional já está a venda nos EUA por US$ 1.500 (cerca de R$3.3393), mas o produto acima chega ao mercado no fim de junho deste ano Divulgação Mais

O Google Glass ganhou um estilo mais elaborado. Em parceria com a designer Diane von Furstenberg, o gadget ficou mais colorido, com jeitão geek ou mais moderno. O acessório tradicional já está a venda nos EUA por US$ 1.500 (cerca de R$3.3393), mas o produto acima chega ao mercado no fim de junho deste ano Divulgação Mais

O Google Glass ganhou um estilo mais elaborado. Em parceria com a designer Diane von Furstenberg, o gadget ficou mais colorido, com jeitão geek ou mais moderno. O acessório tradicional já está a venda nos EUA por US$ 1.500 (cerca de R$3.3393), mas o produto acima chega ao mercado no fim de junho deste ano Divulgação Mais

Google Glass quer substituir smartphone com óculos de realidade aumentada; veja

Últimos álbuns de Tecnologia

UOL Cursos Online

Todos os cursos