Moto G Play é novo celular "abaixo dos R$ 1.000" da Motorola

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Moto G Play

    Moto G Play

O celular Moto G Play, o terceiro modelo da quarta geração da família Moto G da Motorola, foi lançado nesta quinta-feira (4). Suas especificações são inferiores às dos "irmãos" Moto G4 e G4 Plus, lançados em maio, mas para compensar, o preço sugerido dele será menor também: R$ 899 --o G4 ainda custa R$ 1.299 e o G4 Plus, R$ 1.499.

O Play traz processador Snapdragon 410 quad-core com 2 GB de memória RAM, bateria de 2.800 mAh e câmeras de 8 MP (traseira) e 5 MP (frontal). A tela tem o mesmo tamanho da dos outros Moto G: cinco polegadas, mas apenas com resolução HD (1280 x 720), enquanto os outros da família têm tela Full HD. A memória interna é de 16 GB, com opção de armazenar até 128 GB adicionais com um cartão de memória microSD.

O Moto G Play traz também tecnologia dual-chip inteligente --que troca sozinho de chip de acordo com a operadora do contato telefônico-- e rádio FM. Uma versão terá ainda TV digital e capa extra. E como em toda a linha Moto, ele vem com o Android 6.0 "quase puro" do Google, isto é, com poucas modificações da Motorola.

A primeira impressão é a de que o G Play é a versão 2016 de um Moto G da terceira geração (na versão 16 GB), com configurações e preço parecidos --hoje ele pode ser encontrado pelos mesmos R$ 899 do G Play. Como aparelhos acima dos R$ 1.000 estão cada vez menos procurados pelo consumidor brasileiro, o G Play deve ser a "alternativa custo-benefício" que a linha Moto G já foi no passado, antes de encarecer e ficar mais parruda.

Também há expectativas da empresa lançar no Brasil a nova versão do Moto E, o mais barato celular da linha Moto. O modelo 2015 pode ser encontrado em sites de venda por pouco mais de R$ 600.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos