Bilionários

Criador do bitcoin está entre as 50 pessoas mais ricas do mundo

Do UOL, em São Paulo

  • Arte/UOL

    A identidade do criador da Bitcoin permanece um mistério

    A identidade do criador da Bitcoin permanece um mistério

Com o valor do bitcoin ultrapassando US$ 19 mil no domingo (17), o criador da criptomoeda pode ser a 44ª pessoa mais rica do mundo, aponta o blog norte-americano "Quartz".

O misterioso criador do bitcoin, que atende pelo pseudônimo Satoshi Nakamoto, tem a fortuna estimada em 980 mil criptomoedas, ou seja, quase US$ 19,4 bilhões, dinheiro o bastante para colocá-lo na lista dos 50 mais ricos da revista "Forbes", acima do príncipe saudita Alwaleed bin Talai e abaixo de Laurene Powell Jobs, viúva do cofundador da Apple, Steve Jobs.

VEJA TAMBÉM:

O motivo para Nakamoto não estar na lista dos bilionários é que, mesmo oito anos depois do lançamento do bitcoin, a identidade de Nakamoto ainda é um mistério. Entre os suspeitos estão o estudante de criptografia Michael Clear; o professor de Economia Virtual de Oxford, Vili Lehdonvirta; e o trio de inventores Vladimir Oksman, Charles Bry, que segundo reportagem da "The Fast  Company" de 2011, teriam patenteado o endereço Bitcoin.org  na Finlândia em 2007.

Um empresário australiano, Craig Steven Wright, foi preso em 2015 por sonegar impostos e chegou a alegar ser Nakamoto. O empresário chegou a ser identificado pela revista "Wired" e pelo "Gizmodo", mas esse fato ainda não foi totalmente comprovado. Wright foi incapaz de assinar criptograficamente o primeiro bloco de dados gerados com a criptomoeda, coisa que o verdadeiro Satoshi  Nakamoto seria capaz de fazer.

A cotação do bitcoin é muito volátil e, nesta segunda-feira (18), estava em pouco menos de US$ 19 mil, o que fez com que o enigmático Nakamoto caísse para a 46ª colocação, se estivesse na lista da "Forbes": mais pobre do que um príncipe da Arábia Saudita, mas ainda assim, com uma fortuna maior do que o magnata russo do gás natural, Leonid  Mikhelson.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

LEIA MAIS

UOL Cursos Online

Todos os cursos