Olha a selfie!

Quais foram as melhores câmeras frontais testadas pelo UOL em 2018?

Márcio Padrão Do UOL, em São Paulo
Arte/UOL

Nós sabemos: você ama uma selfie. Em 2018, pudemos testar 17 celulares recém-lançados para descobrir qual deles é o melhor para quem usa muito a câmera frontal. Separamos aqui os dez que tiveram as melhores notas.

Entre os tops de linha, despontam dois da Samsung e um da Apple: Galaxy Note 9Galaxy S9+ e iPhone XS Max. Nos intermediários que custam na faixa dos R$ 2.000, temos Galaxy A8+Moto Z3 PlayZenfone 5, da Samsung, Motorola e Asus. Entre os intermediários mais básicos, apenas chamaram a atenção: o Galaxy A6+ e o Galaxy J8. Por fim, o Moto E5 e o Galaxy J4 representam os básicos, aqueles que não passam de R$ 1 mil.

Os competidores

Veja abaixo as especificações de câmera de cada modelo analisado neste especial, divididos por categoria.

Tops de linha

  • Galaxy Note 9 (Samsung)

    Câmera traseira: dupla de 12 MP - Câmera frontal: 8 MP - Abertura: entre F/1.5 e F/2.4 (traseira, variável) e F/1.7 (frontal) - Estabilização: ótica - Zoom: ótico e digital - Preço: a partir de R$ 3.999

  • Galaxy S9+ (Samsung)

    Câmera traseira: dupla de 12 MP - Câmera frontal: 8 MP - Abertura: entre F/1.5 e F2.4 (traseira, variável) e F 1.7 (frontal) - Estabilização: ótica - Zoom: ótico e digital - Preço: a partir de R$ 2.959

  • iPhone XS Max (Apple)

    Câmera traseira: dupla de 12 MP - Câmera frontal: 7 MP - Abertura: F/1.8 (grande angular), 2.4 (teleobjetiva) e 2.2 (frontal) - Estabilização: ótica - Zoom: ótico e digital - Preço: a partir de R$ 5.999

Intermediários premium

  • Galaxy A8+ (Samsung)

    Câmera traseira: 16 MP - Câmera frontal: dupla de 16 MP e 8 MP - Abertura: F/1.7 (traseira) e F/1.9 (frontal) - Estabilização: digital - Zoom: digital - Preço: a partir de R$ 1.615

  • Moto Z3 Play (Motorola)

    Câmera traseira: dupla de 12 MP + 5 MP - Câmera frontal: 8 MP - Abertura: F/1.7 e F/2.2 (traseira) e F/2.0 (frontal) - Estabilização: digital - Zoom: digital - Preço: a partir de R$ 1.699

  • Zenfone 5 (Asus)

    Câmera traseira: dupla de 12 MP + 8 MP - Câmera frontal: 8 MP - Abertura: F/1.8 e F/2.2 (traseira) e F/2.0 (frontal) - Estabilização: ótica - Zoom: digital - Preço: a partir de R$ 1.699

Intermediários básicos

  • Galaxy A6+ (Samsung)

    Câmera traseira: dupla de 16 MP e 5 MP - Câmera frontal: 24 MP - Abertura: F/1.7 e F/1.9 (traseira) e F/1.9 (frontal) - Estabilização: digital - Zoom: digital - Preço: a partir de R$ 1.299

  • Galaxy J8 (Samsung)

    Câmera traseira: dupla de 16 MP + 5 MP - Câmera frontal: 16 MP - Abertura: F/1.7 e F/1.9 (traseira) e F/1.9 (frontal) - Estabilização: digital - Zoom: digital - Preço: a partir de R$ 1.259

Básicos

  • Galaxy J4 (Samsung)

    Câmera traseira: 13 MP - Câmera frontal: 5 MP - Abertura: F/1.9 (traseira) e F/2.2 (frontal) - Estabilização: digital - Zoom: digital - Preço: a partir de R$ 659

  • Moto E5 (Motorola)

    Câmera traseira: 13 MP - Câmera frontal: 5 MP - Abertura: F/2.0 (traseira) e F/2.2 (frontal) - Estabilização: digital - Zoom: digital - Preço: a partir de R$ 759

Mostraremos as fotos do teste em três situações: luz artificial, pouca luz e modo retrato --neste último, os modelos básicos não contam com o recurso na câmera frontal e por isso não participaram. Todas as fotos foram tiradas no app nativo de câmera do celular, no modo automático.

Iluminação artificial

Básicos: apesar de o Galaxy J4 ter apresentado um pouco mais de entrada de luz que o Moto E5, ele fez uma foto com melhor contraste do que o rival, o que na nossa avaliação o coloca como vencedor.

Intermediários básicos: o Galaxy J8 ganhou por obter melhor foco que o "irmão" A6+, sem sacrificar a luz.

Intermediários premium: o Moto Z3 Play conseguiu melhor foco que o Galaxy A8+ e o Zenfone 5, por isso levou a melhor aqui. Já o modelo da Asus foi o pior, por trazer uma foto um pouco clara e mais estourada que os outros dois, mas é algo sutil.

Top de linha: o iPhone XS Max faz uma foto mais escura, mas se você prestar atenção vai ver que a imagem capturou mais detalhes que os rivais da Samsung. Estes, assim como o Zenfone, põem um pouco mais de brilho. A foto do modelo da Apple conseguiu ser mais fiel às cores e luz do ambiente --a pele do repórter ficou mais parecida com o que é na realidade. Mas é um resultado bastante equilibrado entre o trio de tops de linha.

Pouca luz

Básicos: ambos os modelos mandaram mal, como era de se esperar. Afinal, com a fraca abertura de câmera F/2.2, as câmeras frontais do Galaxy J4 e do Moto E5 apresentam muita sombra, desfoque e granulação. Mas consideramos que o "menos ruim" foi o Moto E5, que mesmo tendo uma correção de luz pior, fez fotos menos granuladas --daí uma mexidinha no app de câmera poderia ajudar a clarear mais o resultado.

Intermediários: elegemos o Galaxy J8 por manter as sombras sem perder o equilíbrio de luz e foco. Entre os "inter-premium", o Moto Z3 Play se saiu melhor pelo mesmo motivo. A foto do Galaxy A8+ granulou mais e a do Zenfone 5 até que se saiu bem, ficando em segundo lugar dentre os três.

Top de linha: o que foi vantajoso para o iPhone XS Max no teste anterior, aqui foi desvantagem. A foto ficou escura demais sob pouca luz. O Galaxy Note 9 e o S9+ empataram como vencedores --afinal, ambas são câmeras top de linha da Samsung com as mesmas especificações: 8 MP e a boa abertura F/1.7 (na fotografia, quanto menor o número da abertura, melhor).

Modo retrato

O modo retrato é quando a câmera consegue desfocar todo o fundo da foto para deixar o objeto de primeiro plano em evidência. É um recurso feito com um jogo de lentes que valoriza bastante as selfies e que ganhou destaque no mundo dos celulares após o lançamento do iPhone 7 Plus, em 2016. Mas alguns celulares já trazem o recurso na câmera frontal, usando software para criar o efeito.

Intermediários básicos:Galaxy J8 se saiu melhor que o Galaxy A6+, que borrou um pouco demais o fundo.

Intermediários premium: os três mandaram bem no efeito e recortaram direito o objeto. O Zenfone 5 perde de leve por trazer um desfoque de fundo um pouco exagerado, então damos empate técnico entre o Galaxy A8+ e o Moto Z3 Play.

Top de linha: o Galaxy Note 9 e o iPhone XS Max quase empatam, mas o aparelho da Apple capta mais detalhes do rosto. A selfie com modo retrato do Galaxy S9+ é quase idêntica à do Note 9, mas "embranquece" um pouco a mais a pele sem necessidade. 

Arte/UOL Arte/UOL

O veredito

Básicos: nosso eleito foi o Moto E5. Apesar de ele trazer um resultado de imagem um pouco mais escuro que o Galaxy J4, capta mais de detalhes que o rival da Samsung.

Intermediários básicos: o Galaxy J8 foi melhor em tudo do que o companheiro Galaxy A6+ nos três testes.

Intermediários premium: o Moto Z3 Play se saiu melhor nos dois primeiros testes e empatou em modo retrato com o Galaxy A8+. Portanto, o modelo da Motorola venceu a Samsung e a Asus aqui.

Top de linha: aqui a disputa foi difícil, como esperávamos. O Galaxy Note 9 e o Galaxy S9+ foram quase iguais em tudo, e ambos rivalizaram bem com o iPhone XS Max, mas este apresentou nas suas fotos mais detalhes e precisão às cores, apesar de fazer imagens piores no escuro.

Assim, pelo conjunto da obra, o celular da Apple levou o título de melhor câmera frontal de 2018.

Outros testes de celulares

Curtiu? Compartilhe.

Topo