Tela "infinita" e super bateria: Asus traz Zenfone Max Plus para o Ocidente

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Visual não é dos mais inspirados, mas ainda assim Asus Zenfone Max Plus (M1) é um aparelho elegante

    Visual não é dos mais inspirados, mas ainda assim Asus Zenfone Max Plus (M1) é um aparelho elegante

A Asus mostrou o novo Zenfone Max Plus (M1) na CES 2018. Trata-se de um celular intermediário que tem como principal apelo a sua bateria: com 4.130 mAh, é de se esperar que ele tenha fôlego para aguentar muitas horas de uso sem que o seu dono precise encontrar uma tomada.

Além da bateria parruda, o novo aparelho também tem uma tela "infinita" (nome usado para celulares que possuem telas que se estendem até as bordas do aparelho), de 5,7 polegadas, que mostra imagens em proporção 18:9 e resolução de 2160 x 1080.

Lançado na Rússia em 2017, o aparelho chegará aos Estados Unidos no próximo mês. Até a publicação deste texto, a filial brasileira da Asus não tinha uma previsão sobre o lançamento do aparelho no Brasil.

VEJA TAMBÉM

Na traseira, o aparelho tem sensor de digitais e uma dupla de câmeras, sendo uma de 16 MP e outra grande angular de 8 MP, com abertura f/2.0.

Já a câmera dianteira tem sensor de 16 MP e a mesma abertura do conjunto traseiro.

A memória RAM é de 3GB e o armazenamento interno dá conta de 32GB.

O sistema operacional, por sua vez, é baseado no antigo Andoid 7.0 Nougat, que roda sob a interface Asus ZenUI, similar aos demais smartphones da linha.

Em termos visuais, esse novo Zenfone traz linhas um tanto genéricas, mas ainda assim elegantes. Haverá três opções de cores: prata, uma espécie de rosa dourado e preto.

Ao menos nos EUA, o Zenfone Max Plus (M1) custará US$ 329, o que o coloca na mesma faixa de preço de aparelhos como os Motorola Moto X4 e Moto G5S Plus.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos