WhatsApp

Não, o WhatsApp não vai ser bloqueado! É boato

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

Mais uma vez mensagens garantindo que o WhatsApp vai ser bloqueado no Brasil estão circulando pelas redes. O mais curioso é que quem criou a mensagem tem certeza de que o serviço vai parar de funcionar hoje às 15h ou às 23h e o responsável pela decisão é o governo.

Já vamos avisar logo que é mentira. O Governo ou quem quer que seja não vão bloquear o WhatsApp no país. As mensagens são falsas.

Veja também

A própria empresa, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que informações não procedem.

Dito isso, vamos explicar agora um pouco melhor como são algumas das mensagens compartilhadas e dar dicas de como identificar se uma mensagem é falsa ou não.

Pela apuração do UOL, boa parte dessas mensagens começou a ser enviada durante a greve de caminhoneiros, iniciada no último dia 21. O texto afirmava que o governo federal havia determinado o bloqueio com o objetivo de "atrapalhar a comunicação dos caminhoneiros" às 15h daquele dia.

No dia 28 de maio, o horário do falso bloqueio foi ampliado para 23h e incluiu que para burlar o bloqueio, o usuário não devia atualizar o celular.

Reprodução/UOL

O bloqueio em nenhum dos casos obviamente aconteceu. Mas mensagens parecidas continuam sendo disseminadas e com uma diferença: agora não envolve a greve de caminhoneiros.

Algumas delas incluem até links de reportagens antigas falando sobre uma decisão judicial que bloqueou o WhatsApp no Brasil em 2016. 

Como não cair em armadilhas assim

O principal ponto de atenção quando se recebe uma mensagem alarmante (curiosa ou até com promoções) é desconfiar de erros gramaticais, como falta de acentos, erro de concordância, palavras com a grafia errada.

Encontrou qualquer erro do tipo, é um grande sinal de que a mensagem pode ser falsa.

Em segundo lugar, desconfie também de possíveis links exibidos no texto, principalmente de tiver a origem desconhecida. Jamais clique antes de ter certeza.

Se o conteúdo da mensagem estiver relacionado ao governo, entre no site oficial e veja se existe algo publicado por lá. Outra opção, é fazer uma busca na internet para ver se os sites de notícia estão noticiando o possível bloqueio.

Outro indício de que algo está estranho é se a mensagem pedir para você compartilhar com o maior número de pessoas possíveis. Ou então, se tiver algo como "repasse urgentemente".

Por via das dúvidas, mantenha algum aplicativo de segurança instalado e atualizado. Assim você tem mais chances de evitar a instalação de vírus ou qualquer tipo de malware. 

Getty Images/iStockphoto

WhatsApp: quer saber como aproveitar melhor o seu mensageiro preferido?

Clique aqui

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos