Informações sobre o álbums
  • editoria:Especial
  • galeria: IFA 2011 tem MacBook de R$ 70 mil e óculos que simulam cinema 3D; conheça os acessórios
  • link: http://tecnologia.uol.com.br/album/ifa2011_acessorios_album.htm
  • totalImagens: 60
  • fotoInicial: 1
  • imagePath: http://te.i.uol.com.br/album/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120515125540
    • Acessórios tecnológicos [16700];
    • IFA 2011 [53950];
Fotos
A adesão aos gadgets da Apple foi tão rápida na última década que a IFA, feira de eletrônicos e eletrodomésticos, criou uma área dedicada somente a acessórios para esses itens: a iZone. Mas também há, espalhados pelos pavilhões da IFA, equipamentos dos mais variados tipos que facilitam a vida daqueles que não usam produtos da Apple. Se a ideia é turbinar os eletrônicos, há alternativas para todos os gostos, como você confere a seguir <br><br><b>Por Guilherme Tagiaroli, do UOL Tecnologia</b> Divulgação Mais
Uma empresa de origem turca se apresenta no evento com uma grande variedade de acessórios para iPads e tablets de outras marcas. Os cases acima são feitos em couro e custam 35 euros (cerca de R$ 80) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A linha Sketch, da Trextra, permite que o usuário personalize a capa de seu gadget da Apple da forma que bem entender. Ao comprar o case, o usuário recebe duas capas e canetas para poder personaliza-las. O kit com as duas capas custa US$ 17 (cerca de R$ 28) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A linha Sketch, da Trextra, permite que o usuário personalize a capa de seu gadget da Apple da forma que bem entender. Ao comprar o case, o usuário recebe duas capas e canetas para poder personaliza-las. O kit com as duas capas custa US$ 17 (cerca de R$ 28) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Trextra estreou na IFA uma linha premium de cases, assinada pela designer irlandesa Orla Kiely. Os cases vão desde capas simples, apenas para cobrir a parte traseira dos gadgets, a outros que são uma espécie de carteira para colocar o iPhone. No Reino Unido, os cases são encontrados numa faixa de preço entre 40 euros (cerca de R$ 90) e 70 euros (cerca de R$ 160) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Innergie levou à IFA a linha de carregadores universais da companhia. Esse da imagem é o modelo mCube. Com ele, é possível dar carga em tudo quanto é dispositivo móvel. Ele suporta Apple, Samsung e HTC entre outras marcas. O preço do carregador varia, mas o preço médio desse, em específico, fica entre 40 (cerca de R$ 90) e 80 euros (cerca de R$ 185) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Innergie levou à IFA a linha de carregadores universais da companhia. Esse da imagem é o modelo mCube. Com ele, é possível dar carga em tudo quanto é dispositivo móvel. Ele suporta Apple, Samsung e HTC entre outras marcas. O preço do carregador varia, mas o preço médio desse, em específico, fica entre 40 (cerca de R$ 90) e 80 euros (cerca de R$ 185) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
Com o modelo acima, da Innergie, é possível ligar o carregador no acendedor do carro. Segundo o fabricante, a alternativa consegue dar carga até em um netbook usando o acendedor Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
Ouvir música é legal. Mas ouvir com Darth Vader, personagem de 'Star Wars', é outra coisa! O eletrônico que estampa o rosto do vilão de 'Star Wars' não passa de um tocador de CD (só não usaremos o adjetivo 'simples' por causa dessa cara de mau). Um desses custa US$ 50 (cerca de R$ 80) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
Ouvir música é legal. Mas ouvir com Darth Vader, personagem de 'Star Wars', é outra coisa! O eletrônico que estampa o rosto do vilão de 'Star Wars' não passa de um tocador de CD (só não usaremos o adjetivo 'simples' por causa dessa cara de mau). Um desses custa US$ 50 (cerca de R$ 80) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O telefone em forma de lábios, da companhia britânica Lazerbuilt, chama atenção pelo design. Na Europa, custa 17 euros (cerca de R$ 40) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O telefone em forma de lábios, da companhia britânica Lazerbuilt, chama atenção pelo design. Na Europa, custa 17 euros (cerca de R$ 40) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Bling my thing tirou da redoma de vidro o <A HREF="http://tecnologia.uol.com.br/album/IFA2010_acessorios_album.jhtm#fotoNav=1" TARGET="_blank"> MacBook cheio de pedras preciosas</A>. Ao todo, para chegar ao resultado acima, foram gastos 30 mil euros (cerca de R$ 70 mil) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A empresa Bling my thing, além de fazer capas para dispositivos móveis, apresentou uma televisão com pedras preciosas. No caso do produto acima, o dono da TV gastou 4 mil euros (cerca de R$ 9,3 mil) para deixar sua sala de estar mais brilhante Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
Apesar do alto valor dos produtos anteriores, a Bling my thing também faz personalizações com pedras mais baratas. Esses cases, feitos com menos 'ostentação', tem preços que variam de 22 a 40 euros (cerca de R$ 50 a R$ 93) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O acessório Black Diamond é um dock que carrega e amplifica o som do iPhone. Após instalar um aplicativo da fabricante chamado BD (Black Diamond), o usuário vê alterações nas cores do equipamento conforme a música do smartphone conectado. Ao mexer no dock, ele muda de faixa. O acessório custa US$ 59 (cerca de R$ 100) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O acessório Black Diamond é um dock que carrega e amplifica o som do iPhone. Após instalar um aplicativo da fabricante chamado BD (Black Diamond), o usuário vê alterações nas cores do equipamento conforme a música do smartphone conectado. Ao mexer no dock, ele muda de faixa. O acessório custa US$ 59 (cerca de R$ 100) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O acessório Black Diamond é um dock que carrega e amplifica o som do iPhone. Após instalar um aplicativo da fabricante chamado BD (Black Diamond), o usuário vê alterações nas cores do equipamento conforme a música do smartphone conectado. Ao mexer no dock, ele muda de faixa. O acessório custa US$ 59 (cerca de R$ 100) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
Após perceber que usuários de sistemas Mac que trabalhavam com números tinham dificuldade em digitá-los, a Mobee Technology desenvolveu um teclado numérico específico para a plataforma. O Magic NumPad custa 30 euros (cerca de R$ 70) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Mobee Technology desenvolve soluções sem fio para computadores da Apple. Um dos acessórios da empresa é uma barra de formato cilíndrico que aumenta a autonomia de periféricos sem fio, como teclado e mouse. Segundo a empresa, o acessório dá mais 15 horas de autonomia para um teclado. A barra para o teclado convencional da Apple custa 60 euros (cerca de R$ 140) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O suporte para iPhone da Logic3 retoma o jeito convencional de fazer e receber ligações. Basta encaixar o iPhone no suporte que o telefone funcionará normalmente. Um desses custa 29 euros (cerca de R$ 70) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
Para quem vive reclamando que a bateria do iPhone não dura, uma opção é a capa Boost Case. Além de proteger o telefone, ela ajuda a estender o tempo de bateria do eletrônico. Na Europa, o acessório pode ser encontrado por 50 euros (cerca de R$ 115) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
Apesar de ser um produto fora da realidade do Brasil, as luvas Aglover fazem muito sentido para moradores de países frios. A ideia é que a luva, a 20 euros (cerca de R$ 45), permita que as pessoas consigam utilizar seus eletrônicos touchscreen em baixas temperaturas. Durante o frio, quando usam luvas convencionais, as pessoas podem ter dificuldade na hora de digitar algo Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O carregador solar Mobius, da Eton, é uma alternativa paliativa para quando a bateria do iPhone estiver perto do fim. Segundo a companhia, após uma hora de carga solar, o iPhone ganha uma autonomia de 25 minutos. O carregador custa 99 euros (cerca de R$ 230) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O dock Soulra XL, da Eton, carrega gadgets da Apple com a luz do sol e ainda pode reproduzir música em suas caixas -- a potência delas é de 22 W. Na Europa, esse dock custa 299 euros (cerca de R$ 700) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O Pop Phone, da Native Union, transforma celulares em uma espécie de telefone convencional. Esse, por ser uma versão brilhante, custa 60 euros (cerca de R$ 140) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O preço dos Pop Phones mais simples, da Native Union, fica em 20 euros (cerca de R$ 45) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O acessório da CaseKing.de é um hub USB (aparelho que aumenta a quantidade de conexões USB), mas que também faz as vezes de ventilador. Na Alemanha, custa 15 euros (cerca de R$ 35) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O acessório da CaseKing.de é um hub USB (aparelho que aumenta a quantidade de conexões USB), mas que também faz as vezes de ventilador. Na Alemanha, custa 15 euros (cerca de R$ 35) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Boogie Boards faz lousas de LCD. A empresa utiliza uma tecnologia chamada Reflex, que captura imagens sem a necessidade de energia elétrica, e ainda permite que o usuário veja o conteúdo da lousa sob o sol. Na imagem, os modelos de lousa em versão 10,5 polegadas (esq.) e 8,5 polegadas (dir). Elas custam, respectivamente, 59 euros (cerca de R$ 140) e 39 euros (cerca de R$ 90) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O fabricante informa que, por não gastar energia, o produto é sustentável Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
Na imagem, promotor rabisca lousa de LCD Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
O Side Kick, da LensPen, é a solução para quem tem tablet e fica furioso só de ver marcas de dedo na tela. O produto é um limpador de portáteis. O segredo da eficácia do Side Kick é que a ponta dele é feita de carbono o que, segundo a companhia, ajuda a remover rapidamente as marcas de dedo. Cada Side Kick tem preço médio de 20 euros (cerca de R$ 45) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
Para limpar o tablet, basta colocar a parte de carbono sobre sua superfície e esfregar Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Trextra, empresa turca que fabrica cases, exibe capas para smarpthones Nokia. Os modelos acima são para o Nokia N8 e custam 20 euros (cerca de R$ 45) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Trextra, empresa turca que fabrica cases, exibe capas para smarpthones Nokia. Os modelos acima são para o Nokia N8 e custam 20 euros (cerca de R$ 45) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Sony anunciou um visor de tecnologia 3D, que será vendido por cerca de 800 euros a partir de novembro. Ele simula que o usuário está assistindo a uma tela de 750 polegadas a 20 metros de distância 31.ago.2011 - Itsuo Inouye/AP Mais
A Sony anunciou um visor de tecnologia 3D, que será vendido por cerca de 800 euros a partir de novembro. Ele simula que o usuário está assistindo a uma tela de 750 polegadas a 20 metros de distância 31.ago.2011 - Issei Kato/Reuters Mais
A Sony anunciou um visor de tecnologia 3D, que será vendido por cerca de 800 euros a partir de novembro. Ele simula que o usuário está assistindo a uma tela de 750 polegadas a 20 metros de distância 31.ago.2011 - Itsuo Inouye/AP Mais
A Sony anunciou um visor de tecnologia 3D, que será vendido por cerca de 800 euros a partir de novembro. Ele simula que o usuário está assistindo a uma tela de 750 polegadas a 20 metros de distância Divulgação Mais
A Sony anunciou um visor de tecnologia 3D, que será vendido por cerca de 800 euros a partir de novembro. Ele simula que o usuário está assistindo a uma tela de 750 polegadas a 20 metros de distância Divulgação Mais
Philips apresentou a série de docks com alto-falante, chamada Fidelio, para smartphones com sistema Android. As novidades devem chegar ao Brasil até o final do ano Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A LG exibiu o LSM-100, um mouse que funciona como scanner. Para digitalizar a imagem, o usuário deve passar o mouse por cima dela segurando um botão ao lado esquerdo. Novidade já está disponível na Amazon por cerca de R$ 230 Divulgação Mais
Óculos da Vuzix exibem vídeos digitais diretamente nas lentes Divulgação Mais
''Capacete'' da Breo Technology funciona como massageador para os olhos e cabeça Divulgação Mais
A Pure Acoustics caprichou no visual praia da modelo para divulgar seus falantes Divulgação Mais
Cases da Dicapac transformam o iPhone em celular à prova d'água Divulgação Mais
Cases para iPhone da Bling My Thing Divulgação Mais
A Gear4 comercializará os docks de ''Angry Birds'' na Europa a partir das próximas semanas. O modelo da esquerda carrega aparelhos da Apple e custa 90 euros (cerca de R$ 210). O da direita também é compatível com portáteis que rodam Android (mas não carrega os portáteis) e sai por 70 euros (cerca de R$ 160) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Gear4 comercializará os docks de ''Angry Birds'' na Europa a partir das próximas semanas. O modelo acima carrega aparelhos da Apple e custa 90 euros (cerca de R$ 210) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Gear4 comercializará os docks de ''Angry Birds'' na Europa a partir das próximas semanas. O modelo acima carrega aparelhos da Apple e custa 90 euros (cerca de R$ 210) Divulgação Mais
A Gear4 comercializará os docks de ''Angry Birds'' na Europa a partir das próximas semanas. O modelo acima também é compatível com portáteis que rodam Android (mas não carrega os portáteis) e sai por 70 euros (cerca de R$ 160) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Gear4 comercializará os docks de ''Angry Birds'' na Europa a partir das próximas semanas. O modelo acima carrega aparelhos da Apple e custa 90 euros (cerca de R$ 210) Guilherme Tagiaroli/UOL Mais
A Gear4 comercializará os docks de ''Angry Birds'' na Europa a partir das próximas semanas. O modelo acima carrega aparelhos da Apple e custa 90 euros (cerca de R$ 210) Divulgação Mais
A Gear4 tem uma linha exclusiva de produtos dos personagens do jogo ''Angry Birds''. Os fones de ouvido da linha (foto), chamados Angry Birds Twitter, vêm com a imagem dos cinco principais personagens do jogo dos pássaros furiosos. Na Europa, cada fone de ouvido custa 20 libras (cerca de R$ 53) Divulgação Mais
A Gear4 tem uma linha exclusiva de produtos dos personagens do jogo ''Angry Birds''. Os fones de ouvido da linha (foto), chamados Angry Birds Twitter, vêm com a imagem dos cinco principais personagens do jogo dos pássaros furiosos. Na Europa, cada fone de ouvido custa 20 libras (cerca de R$ 53) Divulgação Mais
O tablet da Apple não ficou de fora da linha Angry Birds, da Gear 4. A empresa de origem britânica desenvolveu três capas temáticas para o iPad 2. Cada uma, na Europa, custa 35 libras (cerca de R$ 92) Divulgação Mais
O tablet da Apple não ficou de fora da linha Angry Birds, da Gear 4. A empresa de origem britânica desenvolveu três capas temáticas para o iPad 2. Cada uma, na Europa, custa 35 libras (cerca de R$ 92) Divulgação Mais
O tablet da Apple não ficou de fora da linha Angry Birds, da Gear 4. A empresa de origem britânica desenvolveu três capas temáticas para o iPad 2. Cada uma, na Europa, custa 35 libras (cerca de R$ 92) Divulgação Mais
Fãs de ''Angry Birds'' que têm o iPhone 4 podem personalizar seus smarpthones com os personagens do jogo. A Gear4 disponibiliza quatro modelos - inclusive um com o porco, o vilão do game. Cada capa custa 25 libras (cerca de R$ 65) Divulgação Mais

IFA 2011 tem MacBook de R$ 70 mil e óculos que simulam cinema 3D; conheça os acessórios

Veja mais:

Últimos álbuns de Tecnologia



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos