Galaxy S9 e Galaxy S9+

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

Os novos S9 e S9+ mostram que a Samsung preferiu seguir a linha do "não se mexe em time que está ganhando". Eles trazem poucas novidades em relação aos modelos anteriores --tão poucas que o Galaxy S9+ é quase igual ao Note 8. Mesmo assim, os aparelhos coreanos fazem frente aos iPhones 8 e X, mas sem dar um grande salto em inovação.

A maior novidade fica por conta do sistema de câmeras, que traz recursos de inteligência artificial, que reconhece objetos e indica conteúdo relacionado a ele. 

As câmeras também reduzem automaticamente a abertura em ambientes muito iluminados e expandem em locais mais escuros. O resultado é um desempenho 30% melhor em fotos com baixa luminosidade. A abertura da lente traseira principal pode ser controlada mecanicamente, se você tiver as manhas de fotógrafo profissional.

Dois outros recursos: emojis 3D e gravação de vídeos em câmera lenta em 960 fps.

A versão normal do smartphone top de linha da Samsung custará R$ 4.299 por aqui. O S9+ sai por R$ 4.899. Os aparelhos devem chegar a todo o país até 21 de abril --os primeiros a comprar no site da marca ganham um DeX (que permite que você conecte o celular a um monitor, teclado e mouse) e um carregador sem fio. 

Ficha técnica: Samsung Galaxy S9 e S9+

Tela: Super AMOLED de 5,8 polegadas (S9) e 6,2 polegadas (S9+) e resolução Quad HD+ (2960 x 1440 pixels)
Sistema operacional: Android 8.0 com interface Samsung
Memória: 64 GB, 128 GB ou 256 GB (de armazenamento interno (expansível com cartão de memória) e 4 GB (S9) 6 GB (S9+) de memória RAM
Câmeras: 12 MP (traseira, simples no S9 e dupla no S9+) e 8 MP (frontal em ambos)
Bateria: 3.000 mAh (S9) e 3.500 mAh (S9+)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos