UOL Testa: Celulares

O povo gosta: Galaxy J7 Pro é aquele celular bom, bonito e (quase) barato

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

Se você costuma acompanhar mais de perto os celulares da Samsung sabe bem que a linha J é uma das favoritas dos brasileiros. O UOL Testa de hoje traz um modelo que tem grandes chances de se tornar mais um queridinho entre os usuários.

Sabe aquele celular bom, bonito e quase barato? Estamos falando do Galaxy J7 Pro, lançado no Brasil em outubro deste ano pela "bagatela" de R$ 1.699 (spoiler: o preço já caiu um pouco).

Para um intermediário, o modelo traz configurações muito boas e equilibradas. Mas será que elas serão suficientes para o que você precisa?

VEJA TAMBÉM

Bom, é importante dizer antes de mais nada que esta versão é a mais potente da linha de aparelhos J. Dito isso, vamos às configurações!

O Galaxy J7 Pro tem uma tela de 5,5 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels). Com esse tamanho todo você conseguirá ver suas séries e vídeos favoritos tranquilamente e com qualidade.

O corpo com acabamento metálico deixou o design bonito e elegante, mas com o seu tamanho será bem difícil manuseá-lo com apenas uma das mãos. Quem gosta de aparelhos menores, não vai curtir muito. Além disso, é importante dizer que ele é bem liso e acaba escorregando das mãos quando você menos espera.

Ter um celular que tire fotos boas é algo que pesa na hora da compra, né? Então saiba que o conjunto de câmeras dele é eficiente.

Não é perfeito, mas você terá fotos boas, com equilíbrio e fidelidade das cores, principalmente em ambientes mais claros. Aquelas fotos tiradas em locais bem escuros precisarão da ajuda do flash para saírem ok. O J7 Pro conta com 13 MP de resolução nas câmeras principal e de selfie.

UOL
Imagem com iluminação ambiente

UOL
Foto tirada ao anoitecer

UOL
Foto com bom equilíbrio de cores para um dia nublado

UOL
Imagem com luz artificial

UOL
Selfie tirada com luz artificial

E você terá muito espaço para suas fotos. O smartphone vem com 64 GB e é compatível com um cartão de memória de até 256 GB.

Desempenho sem travamento

A combinação do processador com oito núcleos (1,6 GHz) e da memória RAM de 3 GB contribuiu para o bom desempenho do J7 Pro. Durante nossos testes não tivemos nenhum travamento e nem demora para abrir programas, jogos e os recursos do próprio aparelho. Tomara que ele continue assim com mais tempo de uso.

No teste de benchmarck do aplicativo Geekbench 4, que avalia a agilidade e eficiência do processador, o J7 Pro atingiu 735 pontos quando considerado o desempenho médio de cada um de seus núcleos e 3.793 quando considerado o desempenho dos múltiplos núcleos.

Arte/UOL

Está na dúvida? Confira os nossos reviews dos celulares

UOL Testa

O resultado foi próximo ao dos também intermediários Xperia XA1 Ultra (3.771 e 839, respectivamente), Moto G5 Plus (3.847 e 805, respectivamente) e Zenfone 4 Selfie Pro (3.932 e 821, respectivamente).

A bateria de 3.600 mAh também pode agradar. Com uso mais do dia a dia, você vai conseguir aí um dia completo e às vezes até um pouco mais.

Num dia de uso mais forçado, digamos assim, deixei o celular rodando vídeo por 2h30, tocando música por mais 2h e jogando vários jogos por cerca de 1h. Depois, naveguei um pouco em redes sociais, internet e cheguei ao final do dia com uns 25% de "sobra".

Segurança e mensagem em dobro

Além do sensor biométrico, que já está em praticamente todos modelos intermediários, o J7 Pro conta com o recurso pasta segura. Na prática, a Samsung permite que o usuário crie um espaço criptografado dentro do celular para armazenar o que ele deseja, como fotos, documentos, aplicativos e áudios gravados.

Outro recurso interessante que o J7 Pro traz é o "mensagens em dobro", que deixa a gente usar no mesmo aparelho duas contas de serviços de mensagens, como WhatsApp e Messenger do Facebook. Isso já existe em alguns outros modelos da Samsung e é bem interessante para quem precisa administrar mais de uma conta.

Vale a compra?

Como dito lá no início, o Galaxy J7 Pro pode sim cair nas graças dos brasileiros, mas eles precisam estar dispostos a pagar a partir de R$ 1.214, preço atual do modelo.

A concorrência é grande entre os aparelhos dentro desta faixa de preço. Por isso, sugiro pesquisar bem se a boa tela, o conjunto de câmeras eficientes, desempenho mediano e um bom design atendem suas necessidades.

Caso queira modelos com baterias que durem mais ou que tenham câmeras mais potentes, a dica é ampliar suas buscas. Neste link você encontra todos os modelos testados durante 2017.

Direto ao ponto: Galaxy J7 Pro

Tela: 5,5 polegadas Full HD (1920 x 1080 pixels)
Sistema Operacional: Android 7
Processador: octa-core de 1,6 GHz
Memória: 64 GB de armazenamento (expansível) e 3 GB de RAM
Câmeras: 13 MP (principal) e 13 MP (frontal)
Dimensões e peso: 155.8 x 76 x 6.1 mm e 143 gramas
Bateria: 3.600 mAh
Pontos positivos: desempenho, bom custo-benefício e recurso "mensagens em dobro"
Pontos negativos: escorrega muito das mãos, câmera frontal é apenas mediana
Preço inicial: a partir de R$ 1.699

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos