UOL Testa: Celulares

Quer trocar de celular? Veja os melhores intermediários por até R$ 2 mil

Do UOL, em São Paulo

Você tem a impressão de que as empresas lançam um novo celular a cada semana? Bom, não é exatamente assim, mas de fato o número de lançamentos de smartphones em 2017 foi intenso. Das linhas mais baratas até as mais caras (como o iPhone X que custará no Brasil a partir de R$ 6.999), as fabricantes não pouparam esforços para atrair e agradar os usuários. 

Só que diante de tantos lançamentos as dúvidas sobre qual é o melhor celular pairam na cabeça de muita gente. Os altos preços de muitos modelos com certeza pesam na hora da escolha. Por outro lado, os aparelhos mais baratos nem sempre possuem configurações e recursos que satisfazem boa parte dos consumidores.

Pensando nisso, e na proximidade das compras de final de ano -- quando muitas empresas fazem promoções--, UOL Tecnologia organizou uma lista com os modelos com o melhor custo-benefício* dentro da faixa de preço dos intermediários (que varia de R$ 1.001 a R$ 2.200). O teto máximo da pesquisa foi o de R$ 2 mil para facilitar o comparativo.

Para fazer o ranking a seguir, levou-se em conta duas condições:

- A nota final relacionada ao custo-benefício dos aparelhos testados pelo UOL Tecnologia ao longo de 2017. Apenas os modelos que apresentaram nota máxima igual ou superior a 4 (na escala de 0 a 5) é que fazem parte da lista abaixo.

- A média final dos modelos testados, calculada diante da média de todas as pontuações obtidas considerando: tela, touch, áudio, gravação de vídeo, câmeras, desempenho, peso, bateria, usabilidade, design e o próprio custo-benefício.

1 - Zenfone 3 Zoom

Arte/UOL

O Asus Zenfone 3 Zoom foi o aparelho com a melhor média final entre os modelos intermediários. Numa escala que vai de 0 a 5, o aparelho recebeu nota 4. O smartphone chegou ao Brasil em março deste ano e teve como grandes destaques a sua câmera dupla e bateria potente.

Em relação as câmeras, ele possui duas lentes com 12 MP de resolução na câmera principal e 13 MP na de selfie. Os recursos para as fotos são inúmeros. É possível fazer GIFs, tirar fotos noturnas com boa qualidade, tirar fotos com o fundo desfocado, entre outros. O modelo apresentou selfies com ótima fidelidade de cores, manteve o padrão da iluminação ambiente e não apresentou perda de foco.

A bateria, como já comentado, é outro grande diferencial. São 5.000 mAh e durou quase dois dias de uso moderado (redes sociais, internet, alguns jogos). A versão mais em conta, com 32 GB e 3GB de RAM, começou a ser vendida por R$ 1.899, mas já é possível encontrar por a partir de R$ 1.499. Se você curte fotos, ele pode ser uma ótima escolha.

Veja o review completo aqui.

2 - Galaxy A5 e Zenfone 4

Na segunda posição dos melhores celulares intermediários aparecem os: Samsung Galaxy A5, e o Zenfone 4. Na média final, os aparelhos somaram individualmente 3,83 na escala que vai de 0 (péssimo) a 5 (ótimo).

Se pudéssemos usar apenas uma característica para definir cada um dos celulares, elas poderiam ser: tela boa para vídeos e câmeras ótimas, respectivamente. Eles não trazem nenhuma grande revolução, mas são bons celulares para o dia a dia.

Arte/UOL

O Galaxy A5 traz, por exemplo, alguns elementos presentes nos celulares top de linha, como o corpo de metal, leitor de digitais e resistência a água e poeira. Ele é muito bom para navegar na internet, usar redes sociais, jogar um ou outro jogo e consumir vídeos. Neste último caso, inclusive, o modelo da Samsung se destaca por sua boa tela Full HD e pela tecnologia Super Amoled presente em suas 5,2 polegadas. Se você é daqueles que adora ver série no celular, o modelo pode agradar.

O smartphone tem 16 MP em suas duas câmeras (frontal e a traseira), mas as fotos não são mil maravilhas. O Galaxy A5 começou a ser vendido por R$ 2.099, mas você já consegue comprar um por cerca de R$ 1.369.

Já o Zenfone 4, lançado em outubro deste ano, promete agradar quem adora tirar fotos. O modelo tem uma câmera principal dupla com 12 MP e 8 MP. O interessante é que a câmera conta com o modo grande angular, que amplia o campo de visão e consegue captar uma área maior na foto.

A câmera de selfie tem 8 MP de resolução e, assim como na principal, possui o modo retrato (aquele em que é possível desfocar o fundo e manter uma pessoa ou objeto em destaque).

Outra característica presente no Zenfone 4 é que ele está na faixa dos celulares com telas "gigantes", com suas 5,5 polegadas. O tamanho é ótimo para ver vídeos, mas ruim para segurar e usar com apenas uma das mãos. Com preço inicial de R$ 1.899 na versão mais simples (4GB de RAM), o modelo da Asus pode ser comprado atualmente por cerca de R$ 1.784.

Veja o review completo do Galaxy A5 e do Zenfone 4

3 - Galaxy A7 e Moto Z2 Play

A terceira colocação é formada pelo Samsung Galaxy A7 e pelo Motorola Z2 Play. Ambos tiveram 3,66 pontos na média final.

Apesar de notas iguais, os grandes diferenciais entre eles são: a superioridade da câmera frontal, bateria e a leveza do celular no caso do Moto Z2 Play. Já o Galaxy A7 apresenta um melhor design e qualidade na tela touch.

Arte/UOL

O Galaxy A7, lançado no início de 2017, tem uma tela de 5,7 polegadas-- ótima sensibilidade ao toque-- com tecnologia Super Amoled. Logo, se você adora ver filmes pelo celular, o tamanho vai agradar. Quanto ao design, o aparelho é revestido de vidro na frente e atrás e conta com acabamento em metal nas laterais.

O desempenho do smartphone agradou durante os testes e não tivemos problemas graves com travamentos. A bateria foi outra surpresa. Ela não é a maior em relação aos concorrentes, mas chegou a aguentar um dia completo longe da tomada.

Infelizmente, as câmeras não são tão boas. O estabilizador digital é um grande defeito e muitas vezes as fotos ficam tremidas, principalmente na câmera de selfie, em ambientes escuros ou com fotos em movimento. No mês em que o modelo foi testado (julho) ele custava R$ 1.700. Hoje você já pode comprá-lo por algo em torno de R$ 1.407.

O Moto Z2 Play já é um lançamento mais recente. Ele foi anunciado no Brasil em junho deste ano por R$ 1.999. Entre os destaques estão: a tela de 5,5 polegadas, também com a tecnologia Super Amoled, a boa câmera frontal e a duração bateria. Os itens tiraram nota 4 em nossos testes (escala varia de 0 a 5).

O disparador de fotos bem rápido é outro ponto positivo. Além disso, o modelo possui o Dual Autofocus, tecnologia que melhora a captação de luz. Algumas imagens até podem apresentar alguns problemas quanto a exposição de luz, mas em geral as fotos tiradas com o Moto Z2 Play são boas. A câmera principal tem 12 MP e a frontal conta com 5 MP.

A bateria também é outro diferencial, já que dura em média até dois dias com uso moderado (internet e redes sociais). Se você gostou do aparelho, pode comprá-lo por cerca de R$ 1.574.

Veja o review completo do Galaxy A7 e do Moto Z2 Play

4 – Moto G5S Plus

Arte/UOL

O Motorola G5S Plus é o quarto colocado no ranking com o melhor custo-benefício (com 3,58 pontos) entre os aparelhos testados pelo UOL Tecnologia. E o fato do celular possuir recursos de um top de linha sendo um intermediário "barato" (até R$ 1.500) é o que mais pode agradar os usuários.

O modelo tem uma câmera dupla traseira com sensores de 13 MP. Ela pode até não ser excelente como a presente nos aparelhos acima de R$ 3 mil, mas é um bom começo. Com ela é possível focar um objeto ou pessoa e deixar o resto desfocado, fazer um efeito parecido só que deixando a imagem preto e branco ou ainda substituindo o fundo.

A tela de 5,5 polegadas Full HD também recebeu uma nota boa após os testes. O lado ruim mesmo fica por conta do desempenho (processador antigo) e duração da bateria, que tiraram notas apenas medianas. Veja aqui as notas completas do Moto G5S Plus. Em setembro, o aparelho podia ser comprado por R$ 1.300 à vista. Se pesquisar, agora consegue comprar por R$ 1.227.

Veja o review completo do Motorola G5S Plus.

5 - Zenfone 4 Selfie Pro

Arte/UOL

Completando o "top 5" do custo-benefício dos melhores celulares testados ao longo de 2017, o Asus Zenfone 4 Selfie Pro é mais um modelo que vai agradar quem gosta de tirar fotos.

Como o próprio nome do celular indica, ele é voltado para selfies. Por isso, a fabricante decidiu usar uma câmera dupla frontal no smartphone: uma convencional e outra grande angular que alcança até 120° do campo de visão. Além disso, ele é um dos primeiros celulares a filmar em alta resolução (4K) com a câmera frontal.

Uma das lentes da câmera de selfie traz uma resolução de 24 MP (na verdade usa um sensor de 12 MP com tecnologia DuoPixel, responsável por dobrar os pixels da foto capturada para gerar uma imagem de alta resolução). A segunda possui resolução de até 5 MP. Apesar do investimento, as fotos nem sempre saem "perfeitas". O resultado das imagens pode ser visto aqui. A câmera principal conta com 16 MP com vários recursos, como modo embelezamento, retrato, Gif e câmera lenta.

Outras características interessantes do modelo é que ele possui tela de 5,5 polegadas com resolução Full HD, vem com sensor biométrico e durante os testes teve um desempenho bem alto para a categoria. A bateria também apresentou bons resultados, rendendo um dia e meio após uso moderado (redes sociais, internet, alguns jogos).

O Zenfone 4 Selfie Pro começou a ser vendido no Brasil no início de outubro por a partir de R$ 1.499 (32 GB e 3 GB de RAM). 

Veja o review completo do Zenfone 4 Selfie Pro.

*Lista feita com base nas notas dos testes feitos pelo UOL Tecnologia ao longo deste ano. Os preços dos celulares foram pesquisados no dia 14 de novembro de 2017.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos