UOL Testa: Celulares

Alcatel A7: um celular "baratinho" com uma boa bateria

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

Se pudéssemos resumir em poucas palavras o perfil do celular Alcatel A7, recém lançado pela fabricante chinesa, seria: um básico "baratinho" com configurações interessantes e bem próximas aos smartphones intermediários.

Indo direto ao ponto, a bateria potente de 4.000 mAh é o ponto mais alto do aparelho. 

Em geral, os smartphones mais baratos não costumam vir com baterias tão boas. Mas com o Alcatel A7 você com certeza vai conseguir ficar longe da tomada por um pouco mais que um dia completo.

VEJA TAMBÉM

A regra geral é quanto maior a quantidade de miliampere-hora, mais longa é a autonomia do aparelho.

Variando entre um uso mais intenso (com muitas horas seguidas de vídeos, músicas e alguns jogos) e mediano, ela chegou a durar um pouco mais de 28 horas em nossos testes. Ou seja, se você usa o celular mais para o dia a dia, certamente terá bem mais tempo de uso sem precisar recarregar o celular.

Outra caraterística interessante do modelo são os 4 GB de memória RAM. Já ouviu falar naquela memória que ajuda no processamento do celular e quanto maior ela for, melhor tende a ser o desempenho do dispositivo? Pois é dela mesma que estamos falando. Em geral, os modelos mais básicos contam com 2 GB ou 3 GB de RAM.

O Alcatel A7 vai atender bem quem gosta de acessar redes sociais, navegar na internet e curte alguns joguinhos.

Um recurso legal, que deve agradar muita gente, é o chamado "clonador de aplicativos". Com ele você consegue duplicar aplicativos, como WhatsApp, Facebook, Instagram, e usar duas contas diferentes ao mesmo tempo, ou seja, sem precisar deslogar de uma para entrar em outra.

Durante o teste de desempenho, aconteceram algumas travadas quando o celular foi usado mais intensamente. Por exemplo, deixamos um vídeo de 2 horas do You Tube rodando, mais 2 horas de músicas tocando e outros 30 minutos de jogos. O aparelho esquentou bastante e deu algumas engasgadas. Nada grave, mas é importante dizer que pode acontecer.

Tela Full HD e câmeras medianas

O Alcatel A7 tem uma tela de 5,5 polegadas com resolução Full HD, característica que não é encontrada em qualquer celular mais baratinho por aí. Ponto positivo.

No entanto, a tela é LCD (display de cristal líquido, em tradução livre), tecnologia um pouco antiga perto de modelos com telas OLED e Amoled, que são mais finas e consomem menos energia dos dispositivos eletrônicos.

Quanto às câmeras, espere por fotos "justas", compatíveis com um celular de entrada. Em ambientes iluminados vão bem, mas as imagens deixam a desejar em ambientes mais escuros.

A câmera principal conta com 16 MP e a frontal com 8 MP. Em alguns momentos, notei certa lentidão entre tirar uma foto e ela ser processada no celular, mas nada que me atrapalhasse.

Reprodução
Foto tirada num dia nublado

Reprodução
Foto tirada com luz artificial

Reprodução
Foto tirada em um ambiente com pouca iluminação

Reprodução
As fotos com a câmera frontal ficam melhores quando tiradas em ambientes claros

Vale o investimento?

A Alcatel pode não ter os celulares mais populares do mercado, mas é uma empresa que tem lançado aparelhos interessantes, como o Alcatel A7.

Sendo assim, o modelo vale a pena para quem precisa de uma boa bateria e de um celular para o dia a dia. Não merece prêmio pelo design inovador, mas seu conjunto é ok. O tamanho do A7 é bem interessante para quem curte telas grandes e gosta de ver vídeos no celular.

Reprodução
Alcatel A7 vem com sensor biométrico na parte de trás

Uma característica que podia ajudar na decisão da compra é que o modelo tem um sensor de digital na parte traseira, algo que não é ainda tão comum nos smartphones básicos. O problema é que ele não se mostrou muito preciso e demorava para reconhecer a minha digital. Ponto negativo.

Encontramos o aparelho por R$ 899 em lojas varejistas, mas no site oficial da fabricante ele custa R$ 809,10 à vista --um bom custo-benefício por ser um celular básico com características de um intermediário.

Se você quiser ampliar suas pesquisas, dê uma olhada também no Moto E4 Plus, que tem uma ótima bateria (custa a partir de R$ 659*). Caso prefira um celular barato que tire fotos um pouco melhores, procure o Galaxy J7 Neo da Samsung. Ele tem boas câmeras para a categoria dos básicos e pode ser encontrado por cerca de R$ 694*.

Se puder desembolsar um pouco mais, veja o Quantum Sky, um intermediário com bateria potente e configurações parecidas aos do Alcatel A7. Ele custa em torno de R$ 1.217*. 

 

Direto ao ponto: Alcatel A7

Tela: 5,5 polegadas Full HD (1920 x 1080 pixels)
Sistema Operacional: Android 7.0
Processador: octa-core (4 núcleos de 1,5 GHz e outros 4 de 1 GHz)
Memória: 32 GB de armazenamento (expansível) e 4 GB de RAM
Câmeras: 16 MP (principal) e 8 MP (frontal)
Dimensões e peso: 152,7 x 76,5 x 8,95 mm
Bateria: 4.000 mAh
Pontos positivos: boa bateria, memória RAM, custo-benefício  
Pontos negativos: algumas travadas, sensor biométrico lento, esquenta muito
Preço inicial: a partir de R$ 809*

* Valores consultados em 30 de janeiro de 2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos