Samsung

Moto G6 Plus ou Galaxy J7 Prime 2: qual tem o melhor desempenho?

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

  • Arte/UOL

Aquela mensagem no WhatsApp que fica travada, aquele jogo que não roda e o vídeo que engasga. O desempenho de um celular às vezes é mais importante do que a qualidade das fotos que ele tira.

Em geral, os aparelhos mais caros conseguem ter um bom conjunto de processador e memória RAM (onde ficam os dados que agilizam o trabalho do processador) – que influenciam diretamente nisso.

Veja também

Mas, como nem todo mundo quer investir mais de R$ 1.500 em um celular, separamos aqui dois modelos que atraem os brasileiros: o Moto G6 Plus e o Galaxy J7 Prime 2. Eles são aparelhos intermediários-básicos e estão abaixo desse limite de preço.

Os dois celulares foram lançados no Brasil em abril deste ano e pouco tempo depois pudemos testá-los intensamente por cerca de uma semana.

O Moto G6 Plus, pelo menos no período de testes, não gerou nenhuma dor de cabeça. Não travou com jogos mais pesados e rodou tranquilamente vídeos e mais vídeos seguidos. Por isso, levou nota 4 (na escala de 0 a 5).

O processador teve uma atualização em comparação com o Moto G5 Plus do ano passado e é o mesmo de outros modelos concorrentes como Zenfone 4 e Xperia XA2 Ultra.

O resultado do Galaxy J7 Prime 2 já não foi tão bom assim. Mesmo com jogos mais leves como o Candy Crush ele travou.

O processador é da própria Samsung e dá conta de rodar dois aplicativos ao mesmo tempo com tela dividida, o que é legal. Mas se prepara para uma travada ou outra ao usar o celular para as tarefas do dia a dia. A nota dele foi apenas mediana (3).

Depois dessas percepções, rodamos dois aplicativos populares que medem a agilidade e eficiência do processador em cada um dos aparelhos. Os resultados você pode conferir abaixo.

Moto G6 Plus

  • Aplicativo Greekbench 4: registrou 4.161 pontos quando considerado o desempenho de todos os núcleos (multi-core) e 871 calculando o desempenho médio de cada um (single-core).
  • Aplicativo Antutu: 90.654 pontos

Galaxy J7 Prime 2

  • Aplicativo Greekbench 4: registrou 3.599 (multinúcleos) e 718 (por núcleo).
  • Aplicativo Antutu: 61.212 pontos

Resultado final

Juntando o resultado dos dois reviews com os testes dos aplicativos, é possível ver que o Moto G6 Plus tem grande vantagem sobre o Galaxy J7 Prime 2.

A decisão deverá conta então o quanto você está disposto (a) a pagar pelo modelo. Moto G6 Plus chegou ao mercado custando R$ 1.599 e hoje já é possível encontrá-lo por a partir de R$ 1.407,12*.

O Galaxy J7 Prime 2 é mais baratinho. Começou custando R$ 1.299 e agora está custando a partir de R$ 836,10*.

Se precisar de mais ajuda, dê uma olhada em todos os nossos reviews. Testamos dos aparelhos mais básicos até os últimos lançamentos no Brasil, como o Note 9. 

Arte/UOL

Está na dúvida? Confira os nossos reviews dos celulares

UOL Testa

Ficha técnica: Moto G6 Plus

Tela: 5,9 polegadas Full HD+
Sistema Operacional: Android 8.0
Processador: Snapdragon 630 de 2,2 GHz
Memória: 64 GB de armazenamento e 4 GB de RAM
Câmeras: 12 MP + 5 MP (principal) e 8 MP (frontal)
Bateria: 3.200 mAh
Pontos positivos: bateria, desempenho, reconhecimento de objetos e pontos turísticos
Pontos negativos: câmera frontal apenas mediana, reconhecimento de objetos e pontos turísticos

Direto ao ponto: Galaxy J7 Prime2

Tela: 5,5 polegadas HD Super Amoled 
Sistema Operacional: Android 8
Processador: Exynos 7870 octa-core 1,6 GHz
Memória: 32 GB de armazenamento e 3 GB de RAM
Câmeras: traseira e frontal (13 MP)
Dimensões e peso: 151.7 x 75 x 8 mm e 170 gramas
Bateria: 3.300 mAh
Pontos positivos: TV digital e preço
Pontos negativos: desempenho e câmera



*Preços consultados em 10 de outubro de 2018 no Shopping UOL.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos