Queremos! Por que o iPhone XR é o novo queridinho

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em Cupertino *

Nem todo mundo curtiu o exagero do iPhonão XS Max. Na verdade, o que mais gerou comoção entre os adoradores da Apple foi o iPhone XR, o iPhoninho, que vai custar a partir de US$ 749 nos EUA (R$ 3.116 na conversão direta, sem impostos).

Ao todo, foram três novos modelos. Além desses, veio a versão atualizada do iPhone X, que agora chama XS

Já colocamos as mãos nos três novos aparelhos, e agora contamos por que você vai querer o XR (veja no vídeo acima).

Ficha técnica: iPhone XR

Tela: 6,1 polegadas LCD (1792 x 828 pixels)
Sistema Operacional: iOS 12
Processador: Apple A12 Bionic
Memória: 64 GB, 128 GB e 256 GB
Câmeras: 12 MP simples e 7 MP (frontal)
Peso: 194 gramas
Cores: Branco, preto, azul, coral, amarelo e vermelho (especial)

Os argumentos

Em primeiro lugar, ele tem cara e jeito de iPhone X, que foi o modelo mais revolucionário da Apple nos últimos tempos. Tem entalhe, tela infinita, reconhecimento facial e aqueles recursos bacanas do modo retrato. A diferença é que você não vai pagar quase R$ 7.000 no aparelho

  • 52440
  • true
  • http://tecnologia.uol.com.br/enquetes/2018/09/12/voce-pretende-comprar-algum-dos-novos-iphones.js

Tudo bem, ainda não sabemos quanto ele vai custar no Brasil --não tem nem data para ele chegar por aqui. Mas, levando em consideração que nos EUA ele vai custar US$ 749, US$ 250 a menos do que o preço de lançamento do iPhone X, podemos considerar que ele será mais baratinho, ou menos caro.

Para conseguir um preço mais atrativo, a Apple colocou uma tela de 6,1 polegadas (um pouco maior que a do ano passado, de 5,8"), mas de qualidade inferior, LCD. De resto, ele vem com o novo processador super potente, o A12 bionic, e com a possibilidade de usar duas linhas de telefone no mesmo aparelho.

O modelo mais baratinho também não tem o 3D Touch - o recurso que abre opções de aplicativos (como um clique com o botão esquerdo do mouse no computador) ao pressionar com mais força o logo do app. 

Outros atrativos são as cores. Tem para todos os gostos: branco, preto, azul, amarelo, vermelho e coral, uma mistura de rosa com laranja. O corpo do XR é feito de alumínio e vidro, ou seja, ficou menos frágil, mas garantiu a possibilidade de um recarregamento sem fio.

VEJA TAMBÉM

Mas, o principal argumento para te convencer são as câmeras. Quem sonha com as fotos de alto nível da Apple, agora pode ter um celular com excelentes câmeras e efeitos super bacanas por um preço não tão exorbitante.

A diferença do XR para os irmãos é a câmera simples, no lugar da câmera dupla. Calma, o modo retrato, que faz fundo desfocado, também funciona no modelo mais barato por conta de um novo sensor.

O que eu mais gostei foi que finalmente o iPhone ganhou aquilo que os concorrentes já fazem: ajustar manualmente o desfoque de fundo, de acordo com o nosso gosto. 

Mas, vale dizer: o XR vem para substituir o iPhone SE, lá de 2016, que ganhou o apelido de baratinho e a Apple acaba de matar. Só que, sabemos, de baratinho ele não vai ter nada.  

Um iPhonão desse, bicho

Arte/UOL

Manda mais que está pouco: com iPhone XS Max, a Apple se rendeu à telona! Relembre a evolução

Leia mais
Getty Images

Conhece todos os detalhes da câmera do seu celular? Pode fazer diferença

Entenda as funções da câmera

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos